• gerenciacomercial353

A nova disputa política EUA x CHI.


Cabos submarinos estão se tornado cada vez mais comum em todo o mundo. Em países isolados como é o caso Oceania, eles são importantes para a comunicação com outros continentes. No entanto mesmo com o aumentado das conexões, alguns lugares continuam sem cabos, o que acabou gerando uma disputa política entre as duas maiores potenciais do mundo. A Austrália em parceria com os Estados Unidos e o Japão, estão desenvolvendo um cabo para Palau. Os EUA também financiaram o Sistema de Cabo do Mar de Coral para Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão, que foi lançado em dezembro de 2019. São planejadas também rotas para o Timor-Leste. E em setembro do ano passado, a Nova Zelândia ajudou a financiar um cabo nas Ilhas Cook. Mesmo com toda essa mobilização, uma parte do pacífico ainda não está conectada, aí começa a polemicar, a Micronésia Oriental abriu um processo de licitação para ter seu próprio cabo submarino, porém o financiamento ficou com o Banco de Desenvolvimento Asiático, mas essa atitude desagradou ao país norte americano, que investe em cabos na região e não quer a China interferindo nos negócios. Alegando que pode gerar Ameaça à segurança. Após isso a Micronésia desistiu de usar o banco Asiático, e estão buscando solução para o impasse. Existe uma preocupação entre os aliados da China ter acesso ou controle de cabos de internet. “A principal preocupação começou após a chinesa Huawei, que enfrenta sanções dos EUA, começar a instalar cabos no mundo. Negociações com a empresa também podem estar por trás do cancelamento de projetos financiados pelo Google e Facebook. O EUA é acusado de dominar o controle de internet no mundo, já que empresas americanas controlam boa parte dos cabos submarinos existentes. Até o momento, a tensão no pacífico sobre os cabos ainda está longe de ter um fim. Fonte: https://mla.bs/05161d27


0 visualização0 comentário