• Paulo Rogério Morschbacher

Transformação digital acelerou tecnologias remotas, mas o cenário é preocupante

Quase um terço das empresas pesquisadas teme que sua organização não sobreviva nos próximos anos. O cenário trouxe transformações importantes, porém, algumas empresas não estão conseguindo acompanhar. A transformação digital acelerou tecnologias remotas, mas o cenário é preocupante.



Embora muitas empresas tenham feito grandes avanços no fornecimento de tecnologia e experiência remota para clientes e funcionários, como um todo, a fim de garantir a continuidade dos negócios, toda a estratégia de transformação digital teve que ser interrompida devido à Covid-19.


A visão foi coletada pela consultoria Vanson Bourne na edição 2020 do Índice de Transformação Digital da Dell Technologies, entre julho e agosto, depois de ouvir 4,3 mil profissionais em posições de liderança, que estão distribuídos em 18 países e divididos em 18 setores.


De acordo com a análise, nos últimos meses, projetos que envolvem segurança cibernética, recursos de trabalho remoto, experiências digitais para clientes e funcionários, e mais uso de análise de dados tem sido prioridade e foram acelerados.


No entanto, embora 79% das organizações entrevistadas afirmam que estão reformulando seus modelos de negócios, metade das organizações entrevistadas teme que a transição não seja rápida o suficiente.


Devido a esta situação, quase um terço das empresas pesquisadas teme que sua organização não sobreviva nos próximos anos, sendo que 60% dos entrevistados disseram que perderão mais empregos e precisarão de anos para retornar à lucratividade.


Obstáculos e investimentos

O estudo apontou quais fatores as empresas consideram como os principais obstáculos para a implementação de políticas de transformação digital que abranjam todo o negócio:


  1. Preocupações sobre privacidade de dados e segurança;

  2. Falta de orçamento e recursos;

  3. Incapacidade de extrair análises valiosas de dados e/ou dificuldade em lidar com grande volume de informações;

  4. Falta de crescimento econômico (Inédito no estudo);

  5. Ausência de profissionais internos com conhecimento e experiência em áreas como análise de dados e tecnologia;

  6. Mudanças nas leis e legislações;

  7. Falta de alinhamento e colaboração dentro da companhia sobre a cultura digital;

  8. Ausência das tecnologias corretas para auxiliar no momento de otimização;

  9. Falta de uma visão e aplicação coerente de estratégia digital;

  10. Fraca estrutura e governança digital fracas.


A pesquisa também apresentou as áreas onde as empresas planejam investir nos próximos três anos, e apresentou as tecnologias consideradas essenciais e os investimentos em recursos emergentes:


Investimentos no médio prazo (até 3 anos) em tecnologias fundamentais:

  • Soluções em cibersegurança (43%)

  • Ferramentas de gestão de dados (39%)

  • Infraestrutura em 5G (37%)

  • Ambientes multi cloud (35%)

  • Softwares de privacidade (35%)


Investimentos no médio prazo (até 3 anos) em tecnologias emergentes:

  • Algoritmos de inteligência artificial (32%)

  • Robotização comercial e industrial (29%)

  • Aplicações de borda em tempo real (28%)

  • Interface natural de usuário (24%)

  • Computação quântica (16%)


Fonte: https://computerworld.com.br/negocios/transformacao-digital-tecnologias-remotas-foram-aceleradas-mas-cenario-preocupa/

Vector-Smart-Object-copy-2.png
© 2019 por Hialinx TI | (41) 98814-6818 | faleconosco@hialinx.com.br | Desenvolvido por
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza